Qual a diferença entre college e university?

Fazer um curso superior no exterior é a oportunidade que muitos jovens profissionais têm buscado para aprimorar o seu currículo. Não por acaso, a maioria das grandes faculdades e universidades do mundo já oferece programas de intercâmbio universitários para estrangeiros.

Hoje, a oferta de cursos superiores no exterior é realmente diversa. Nos Estados Unidos, por exemplo, há mais de quatro mil instituições de ensino superior. Por isso, o processo de definição do programa de formação profissional pode gerar dúvidas. Uma das mais comuns é: afinal, qual a diferença entre college e university?

O que são colleges?

Boston College, universidade americana que representa a diferença entre college e university
Boston College, instituição particular americana

Embora ganhem algumas definições diferentes ao redor do mundo, em geral, colleges são instituições de ensino superior de pequeno porte, que podem ser tanto públicas quanto privadas.

Nelas, há um número restrito de cursos de graduação e, em sua maioria, cursos técnicos que oferecem um diploma para o estudante após dois anos de estudo.

Em linhas gerais, pode-se dizer que são equivalentes ao que classificamos como instituições com cursos tecnólogos no Brasil. Os colleges podem até mesmo fazer parte do complexo de uma grande universidade.

Em países como Austrália e Canadá, essas instituições têm o objetivo de formar profissionais em áreas mais técnicas, com ensino voltado para o mercado de trabalho. Os colleges também costumam formar estudantes para os primeiros anos de ensino superior. E este período pode, posteriormente, ser usado como crédito na transferência para universidades para que o estudante complete o bacharelado – estes programas são conhecidos como D2D – Diploma to Degree.

E o que são community colleges?

Também conhecidos como junior colleges, os community colleges são as instituições de ensino superior norte-americanas comunitárias de origem públicas que também visam apenas o ensino dos dois primeiros anos de graduação, o Associate Degree. Em sua grade, é possível encontrar cursos acadêmicos vocacionais e técnicos em áreas como negócios, saúde, artes, idiomas e administração de empresas.

Biblioteca da Columbia University, universidade onde Obama estudou
Biblioteca da Columbia University, universidade onde Obama estudou

Em muitos casos, ao concluir o curso em um community college nos Estados Unidos, o estudante consegue aproveitar seus créditos para entrar diretamente na graduação de uma faculdade ou universidade e terminar o bacharelado. A prática é tão comum que até mesmo o ex-presidente norte-americano Barack Obama é um exemplo bem-sucedido de aluno que passou por uma community college antes de iniciar os seus estudos na Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, uma das melhores universidades do mundo.

Além disso, a maioria dos community colleges tem até mesmo acordo de transferência já preestabelecido com as instituições públicas do estado, e o estudante tem sua transferência garantida se todos os requisitos forem atingidos durante os dois anos de estudo.

Outro ponto que chama atenção e atrai inúmeros estudantes ao redor do mundo é o fato de que os community colleges são instituições mais econômicas do que as universidades. Ao optar por esse tipo de instituição, os alunos escolhem estudar em um local que os permite obter um ensino qualificado e rápido, porém sem a especialização garantida pelas faculdades e universidades.

Qual a diferença entre college e university?

As universities equivalem ao que também chamamos de universidade no Brasil. Diferentemente dos colleges, elas oferecem uma variedade de cursos de ensino superior no mesmo campus, contam com cursos de pós-graduação, como mestrados e doutorados, e são conhecidas como instituições de pesquisa, onde o estudante se aprofunda cada vez mais em um tema relacionado à sua graduação.

Fariborz Maseeh Hall, no MIT
Fariborz Maseeh Hall, dormitório estudantil do MIT – Massachusetts Institute of Technology, uma das melhores universidades do mundo

Escolher entre university ou college nem sempre é uma questão financeira. Muitas vezes, a opção tem mais relação com o perfil do aluno.

Por serem menores, os colleges possibilitam algumas vantagens que atraem os estudantes: a aproximação entre eles é maior e o acesso aos professores também pode ser mais fácil.

Como cursar ensino superior no exterior?

A maioria das faculdades e universidades ao redor do mundo realiza uma avaliação holística para a seleção dos estudantes. Nesse sentido, o perfil do aluno é avaliado por completo, por meio de redações, histórico escolar, cartas de recomendação, entrevistas pessoais e, claro, boas notas em testes de proficiência, sendo TOEFL e IELTS os mais aceitos.

A época de matrícula e entrega da documentação varia de acordo com o país da instituição escolhida. Em lugares como os Estados Unidos, Austrália e Canadá, as aulas começam em meados de agosto. Já em países como Reino Unido, França e Alemanha, o ano escolar tem início em setembro.

O ideal é que o planejamento para estudar em uma faculdade ou universidade no exterior comece com, no mínimo, seis meses de antecedência. O aluno pode iniciar o contato com a instituição ainda no Brasil com o intermédio de agências especializadas que tenham parcerias com essas universidades e faculdades no exterior. A agência de intercâmbio STB, por exemplo, conta com uma equipe de profissionais especializados em cursos de formação profissional no exterior e oferece o suporte passo a passo para alunos que queiram fazer o ensino superior em países como Estados Unidos, Canadá, Austrália e Reino Unido.

Quais as vantagens de conquistar um diploma no exterior?

Estudar no exterior, definitivamente, destaca o currículo de qualquer profissional. Não só pela qualidade de ensino que as instituições internacionais oferecem, mas especialmente pela bagagem cultural que se adquire durante essa experiência – algo cada vez mais valorizado pelo competitivo mercado de trabalho.

Outra vantagem de ter um diploma no exterior é que, ao estudar em grandes instituições estrangeiras, você terá contato com alunos de diversas partes do mundo, ampliando a sua grade de relacionamentos. E esse networking internacional pode ajudar muito no desenvolvimento profissional e no andamento de uma carreira de sucesso.

Saiba mais sobre universidades nos Estados Unidos

mm

Equipe G.A.T.E. BR

O G.A.T.E. (Global Access Through Education) é uma plataforma de conteúdo com artigos sobre escolas e universidades no exterior, perspectivas profissionais e informações sobre desenvolvimento pessoal.

Deixe uma resposta