Barack Obama acenando e sorrindo

Onde e o que estudaram as pessoas mais influentes do mundo?

Muitos estudantes pensam que ao escolher um curso de graduação estão limitando a sua trajetória profissional a um campo específico. Porém, basta olhar atentamente ao currículo estudantil de alguns dos líderes mais influentes da atualidade para perceber que a versatilidade de suas aptidões nem sempre está ligada somente aos majors escolhidos durante a universidade.

Uma lista publicada recentemente pelo portal World Economic Forum mostra justamente que boa parte dos CEOs contemporâneos e pessoas mais influentes do mundo atual não restringiu sua carreira ao major escolhido durante a graduação e, contrariando a lógica do passado, atingiram resultados muito bem-sucedidos diversificando o estudo com diferentes especializações.

Isso indica uma tendência cada vez mais forte de que o mercado aceita e busca profissionais multifacetados e versáteis. Por isso, as principais empresas de tecnologia do mundo contemporâneo não estão recrutando apenas quem estudou Ciência da Computação ou graduações relacionadas à tecnologia; da mesma forma que um diploma de Filosofia, por exemplo, não impede que alguém se lance com sucesso no mundo dos negócios nos dias de hoje – o background educacional dos CEOs contemporâneos é prova disso.

Reed Hastings, por exemplo, graduou-se em Matemática na Bowdoin College antes de investir em softwares e desenvolver a Netflix, maior empresa de streaming do mundo. O mesmo aconteceu com a chanceler da Alemanha Angela Merkel, que estudou Física na University of Leipzig antes de aprofundar seus estudos sobre política, como tantos outros nomes que inspiram estudantes ao redor do mundo.

Ficou interessado em saber onde se formaram algumas das pessoas mais influentes do mundo? Confira!

Reed Hastings — CEO da Netflix

Foto de Reed Hastings, CEO da Netflix, com logo da marca ao fundo

Co-fundador e CEO da Netflix, Hastings resolveu adiar a sua entrada na faculdade por um ano para investir em um emprego de vendedor que havia conseguido no verão. Após se formar em Matemática na Bowdoin College, nos Estados Unidos, chegou a dar aulas para estudantes do ensino médio e, logo depois, ingressou na Universidade Stanford para um mestrado em Ciência da Computação. Foi lá que Hastings teve os primeiros insights do que viria se tornar a Netflix, hoje a maior empresa de streaming do mundo.

Graduação: Matemática na Bowdoin University (EUA)
Mestrado: Ciência da Computação na Stanford University  (EUA)

Tim Cook — CEO da Apple

Um dos nomes mais importantes da Apple e CEO da empresa desde a morte de Steve Jobs, em 2011, Tim Cook se formou em Engenharia Industrial na Auburn University, no Alabama. Alguns anos depois de formado, resolveu fazer um MBA na Duke University’s Fuqua School of Business – onde se formou com honra, entre os dez melhores alunos da sala.

Graduação: Engenharia Industrial na Auburn University (EUA)
MBA Duke University’s Fuqua School of Business (EUA)

Satya Nadella — CEO da Microsoft

Embora seu plano original tenha sido o de se tornar um jogador profissional de críquete, Nadella logo percebeu que seria um bom caminho seguir sua paixão por ciência e tecnologia.  De acordo com ele, a decisão de cursar Engenharia Elétrica no Manipal Institute of Technology, na Índia, foi influenciada por sua vontade de construir coisas. Mais tarde, Nadella complementou sua formação com um mestrado em Ciência da Computação na University of Wisconsin Milwaukee, já nos Estados Unidos, seguido de um MBA na University of Chicago Booth School of Business. Desde 2014, ele é CEO da Microsoft.

Graduação: Engenharia Elétrica no Manipal Institute of Technology (Índia)
Mestrado: Ciências da Computação na University of Wisconsin Milwaukee (EUA)
MBA University of Chicago Booth School of Business (EUA)

Susan Wojcicki — CEO do YouTube

Susan Wojcicki, CEO do YouTube, sorri com logo da marca ao fundo

Susan Wojcicki vem de uma família de acadêmicos e sua ideia original era a de conquistar um Ph.D. em Economia logo após a graduação em História e Literatura em Harvard e seu mestrado em Economia na UC Santa Cruz. Mas os planos mudaram quando ela teve contato e se apaixonou por tecnologia. O caminho trilhado por Susan deu tão certo que ela foi a 16º pessoa contratada pelo Google e só cresceu dentro da empresa desde então, sendo hoje a CEO do YouTube.

Graduação: História e Literatura na Harvard University (EUA)
Mestrado: Economia, na UC Santa Cruz (EUA)
MBA UCLA Anderson School of Business

Bill Gates — Fundador da Microsoft

Embora tenha tirado 1590 de 1600 no SAT, Gates nunca realmente se animou com a faculdade. O hoje bilionário não chegou a declarar seu major durante os dois anos que passou na Universidade de Harvard, entre 1973 e 1975. Reza a lenda que, antes de largar os estudos para fundar a gigante Microsoft, ele passou boa parte do seu tempo nos computadores de Harvard, além de frequentar aulas de matérias nas quais ele nunca havia se inscrito. Em 2007, trinta anos depois de largar a faculdade, Harvard entregou a ele o diploma honorário de doutor em direito.

Graduação: não declarou nenhum major nem concluiu o curso na Harvard University (EUA); recebeu o diploma honorário de doutor em direito.

Mark Zuckerberg — CEO do Facebook

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, aparece com logo da marca ao fundo

Mark Zuckerberg se matriculou em dois majors durante o período que estudou em Harvard: Psicologia e Ciência da Computação. No entanto, ele largou o curso no segundo ano após decidir se mudar para Palo Alto para se dedicar integralmente à operação do Facebook, a maior rede social da atualidade.

Graduação: Psicologia e Ciências da Computação na Harvard University (EUA) – não concluiu.

Jeff Bezos — CEO da Amazon

Jeff Bezos é mais um dos líderes que optou por fazer um double major durante a universidade. O CEO da Amazon cursou Engenharia Elétrica e Ciência da Computação na renomada universidade de Princeton, nos Estados Unidos.  Durante o seu período como estudante, Bezos se destacou por liderar projetos relacionados à pesquisa espacial – tema pelo qual ele parece continuar interessado, estando à frente de um projeto de turismo espacial desenvolvido pela Amazon.

Graduação: Engenharia Elétrica e Ciência da Computação na Princeton University  (EUA)

Daniel Ek – CEO do Spotify

 CEO do Spotify sorri com logo da marca ao fundo

Segundo relatos, Daniel Ek fundou a sua primeira empresa aos 14 anos e seguiu investindo até criar o Spotify, em 2008. Sua paixão e tino para empreender eram tão grandes que ele resolveu largar o curso de Engenharia no Royal Institute of Technology, na Suécia, após três anos, para se dedicar inteiramente aos negócios.

Graduação: Engenharia na Royal Institute of Technology (não concluiu).

Barack Obama – Ex-Presidente dos EUA

Ex-presidente dos Estados Unidos e ainda um dos homens mais poderosos do mundo, Barack Obama tem uma longa e diversa trajetória acadêmica. Ele começou seus estudos de educação superior no Occidental College, onde ficou por dois anos até conseguir transferência para a Columbia University. Por lá, Obama cursou Ciências Políticas com especialização em Relações Internacionais. Não satisfeito, ele resolveu, mais tarde, cursar Direito na Harvard Law School.

Graduação: Ciências Políticas na Columbia University e Direito na Harvard Law School, ambas nos EUA.

Angela Merkel – Chanceler da Alemanha

Angela Merkel – Chanceler da Alemanha

Eleita pela revista Forbes a mulher mais poderosa do mundo, Angela Merkel é uma estudiosa convicta. Sua primeira formação foi em Física, na University of Leipzig, na Alemanha. Mais tarde, ela trabalhou e estudou no Instituto Central de Físico-Química da Academia de Ciências, na época da Alemanha Oriental, entre 1978 e 1990, quando começou a se envolver mais ativamente com política. No instituto, foi laureada com um doutorado por sua tese sobre Química Quântica.

Graduação: Física na University of Leipzig (ALE)
Doutorado: Química Quântica pela Academia das Ciências em Berlim (ALE)

Reid Hoffman — CEO do LinkedIn

Quando obteve licenciatura em Sistemas Simbólicos e Ciência Cognitiva pela Stanford University, Reid Hoffman afirma ter tido a convicção de que seu futuro seria dar aulas, tornando-se um acadêmico e intelectual de respeito. Porém, sua carreira tomou rumos mais tecnológicos após passagens por empresas como Apple e PayPal. Em 2002, juntou o seu know-how em tecnologia para fundar o LinkedIn, maior rede social de empregos do mundo.

Graduação: Sistemas Simbólicos e Ciências Cognitivas em Stanford University (EUA)
Mestrado: Filosofia na Oxford University (UK)

Sundar Pichai — CEO do Google

Sundar Pichai é mais um dos líderes da atualidade que tinha o plano inicial de se tornar Ph.D. Porém, o engenheiro logo foi seduzido pela magia do Vale do Silício e acabou investindo no ramo da tecnologia. Após um MBA na Wharton School, da University of Pennsylvania, em 2004, foi contratado pelo Google, onde permanece desde 2015 como CEO.

Graduação: Engenharia Metalúrgica no Indian Institute of Technology Kharagpur (Índia)
Mestrado: Material Sciences and Engineering na Stanford University (EUA)
MBA: Wharton School (EUA)

Elon Musk — CEO da Tesla e SpaceX

Antes de se envolver com pesquisa espacial e projetos que envolvem colocar um homem em marte, Musk estudou por dois anos na Queen’s University, no Canadá. Pouco tempo depois, conseguiu transferência para a University of Pennsylvania, onde estudou Física e, mais tarde, Economia na Wharton School of Business, da mesma universidade.

Graduação: Física e Economia na University of Pennsylvania (EUA)

 

Saiba mais sobre universidades no exterior

 

mm

Equipe G.A.T.E. BR

O G.A.T.E. (Global Access Through Education) é uma plataforma de conteúdo com artigos sobre escolas e universidades no exterior, perspectivas profissionais e informações sobre desenvolvimento pessoal.

Deixe uma resposta