as melhores universidades do mundo

As melhores universidades do mundo em 2017-2018

A empresa britânica QS Quacquarelli Symonds divulgou recentemente a 14ª edição do QS World University Rankings, que lista as melhores universidades do mundo para os anos de 2017 e 2018.

O ranking realiza sua avaliação com base em seis diferentes indicadores (reputação acadêmica, reputação da universidade entre empregadores, qualidade do corpo acadêmico, qualidade na área de pesquisa e taxas de estudantes e de professores internacionais). Este ano, a pesquisa classificou mais de 950 universidades em 84 países diferentes e contou com a colaboração de mais de 75 mil acadêmicos para mensurar o impacto das pesquisas realizadas pelas instituições e, assim, eleger as melhores universidades do mundo.

Instituições renomadas da Inglaterra e universidades americanas continuam a ocupar o topo da lista, mas, na previsão para o período, chama atenção a surpreendente ascensão de universidades russas e chinesas, com um número considerável de instituições destes países entre as cem primeiras do ranking. Entre as universidades canadenses, o destaque foi a Universidade de Toronto, que ocupou o 22º lugar.

Melhores universidades dos Estados Unidos

Pela sexta vez consecutiva, o MIT (Massachusetts Institute of Technology), nos Estados Unidos, ocupa a primeira posição da lista. A excelência do ensino superior nos Estados Unidos é confirmada também nas três posições seguintes, ocupadas pelas universidades Stanford, Harvard e o Caltech (California Institute of Technology), respectivamente. Além disso, outras 153 universidades americanas fazem parte da lista neste ano. Fazem parte do ranking também universidades como American University, Auburn University, Colorado State University e George Mason.

Melhores universidades da Inglaterra

Tradicionais universidades do Reino Unido como Cambridge (5º lugar), Oxford (6º), UCL (University College London) (7º) e a Imperial College London (8º) também figuram entre as dez primeiras posições do levantamento.

O ranking deste ano revela, ainda, a ascensão de universidades mais novas e, consequentemente, a perda de espaço de instituições mais tradicionais ao redor do mundo. Tanto é que 21 das 50 maiores universidades americanas e canadenses caíram de posição nesta edição.

Por outro lado, das 24 universidades russas que aparecem na lista, apenas três apresentaram queda no posicionamento em relação ao ano passado, enquanto todas as outras mantiveram ou subiram alguns lugares no ranking.

O crescimento das universidades chinesas também chama atenção nesta edição – e o país se destacou ao emplacar, pela primeira vez, seis universidades dentre as cem primeiras da lista.

Melhores universidades da América do Sul

Na América do Sul, a primeira colocada é a Universidad de Buenos Aires, que ocupa a 75ª posição no ranking total, seguida pela Universidade de São Paulo (121ª posição) e pela Universidad Nacional Autónoma de México (que ocupa o 122º lugar).

Além delas, outras 22 instituições brasileiras fazem parte do ranking, como a Universidade Estadual de Campinas (182ª posição), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (311ª) e a Universidade Estadual Paulista (491ª).

As 20 melhores universidades do mundo

1 – MIT (Massachusetts Institute of Technology) – Estados Unidos
2 – Stanford University – Estados Unidos
3 – Harvard University – Estados Unidos
4 – Caltech (California Institute of Technology) – Estados Unidos
5 – University of Cambridge – Reino Unido
6 – University of Oxford – Reino Unido
7 – UCL (University College London) – Reino Unido
8 – Imperial College London – Reino Unido
9 – University of Chicago – Estados Unidos
10 – ETH Zurich – Swiss Federal Institute of Technology – Suíça
11 – Nanyang Technological University China
12 – École Polytechnique Fédérale de Lausanne – Suíça
13 – Princeton University – Estados Unidos
14 – Cornell University – Estados Unidos
15 – National University of Singapore – Cingapura
16 – Yale University – Estados Unidos
17 – John Hopkins University – Estados Unidos
18 – Columbia University – Estados Unidos
19 – University of Pennsylvania – Estados Unidos
20 – The Australian National University – Austrália

Para ter acesso à lista completa, acesse o site oficial.

Como fazer uma universidade no exterior?

A maioria das faculdades e universidades no exterior realiza uma avaliação holística para a seleção dos estudantes. Isso quer dizer que o perfil do aluno é avaliado por completo, por meio de redações, histórico escolar, o exame SAT, cartas de recomendação, entrevistas pessoais e, claro, boas notas em testes de proficiência, sendo TOEFL e IELTS os mais aceitos.

A época de matrícula e a entrega da documentação podem variar de acordo com o país da instituição escolhida. E o período de início das aulas também varia: se o objetivo for fazer uma universidade no Canadá, nos Estados Unidos ou na Austrália, por exemplo, as aulas começam em meados de agosto.

Saiba mais sobre universidades no exterior

mm

Equipe G.A.T.E. BR

O G.A.T.E. (Global Access Through Education) é uma plataforma de conteúdo com artigos sobre escolas e universidades no exterior, perspectivas profissionais e informações sobre desenvolvimento pessoal.

Deixe uma resposta