A educação transnacional e suas vantagens para quem quer ter uma qualificação internacional

Por Team Hotcourses Brasil *

Apesar dos seus diferentes nomes em inglês – Transnational Education, Bordeless Education ou Cross-Border Education –, a Educação Transnacional, também conhecida pela sigla TNE, significa a internacionalização do ensino superior. Basicamente, ela se refere às oportunidades de cursos e estudos oferecidos por uma instituição em um país diferente de sua localização principal.

Ela pode tomar várias formas:

  • Uma universidade norte-americana tem a sua sede no território americano, mas resolve abrir um campus filial internacional no Brasil para oferecer algumas de suas graduações;
  • Uma universidade brasileira passa a ministrar cursos de uma instituição australiana; os professores e o campus estão localizados no Brasil, mas a grade curricular e a coordenação do curso são totalmente mantidas pela universidade na Austrália.
  • Um estudante pode começar a cursar um mestrado no Brasil e concluí-lo em Londres, em uma universidade parceira da sua instituição brasileira.

Tudo isso é Educação Transnacional. Quando você tem oportunidade de cursar uma qualificação internacional sem deixar o país ou então em dois países diferentes.

De fato, o termo é ainda tão recente que não há uma definição certa para ele e o amplo leque de opções criadas nos últimos anos ainda cresce. No entanto, engloba, de forma ampla, um conjunto de cursos que ultrapassam os limites das fronteiras de um país.

Dentro desta abrangente descrição, cabem também as opções de estudos online e à distância de universidades internacionais, que podem ser cursadas em qualquer lugar do mundo. Outra possibilidade é quando duas universidades firmam uma parceria para oferecer diploma em conjunto, assim o estudante obrigatoriamente precisa cursar parte dele no exterior para concluí-lo.

Já há uma série de termos e expressões ligadas à Educação Internacional, como campus filial, diplomas duplos ou conjuntos, franquia e outros, ainda bem recentes no Brasil, mas que vêm ganhando um espaço cada vez maior no exterior – dual degree, double degree, branch campus, franchise program, twinning program, etc.

Saiba mais sobre cada um deles aqui.

Por que a Educação Transnacional é importante para as universidades e os países de maneira geral?

A Educação Transnacional serve para que os países consigam firmar o lugar do seu ensino superior no exterior. Ao fornecer opções de estudos ou abrir campi em outros países, as universidades ganham reconhecimento entre estrangeiros e incentivam as parcerias com instituições e governos internacionais.

Assim, a universidade consegue atingir um corpo discente que, de outra maneira, não poderia ter acesso aos seus cursos e, ao mesmo tempo, desenvolvem relacionamentos e combinam recursos educacionais pelo mundo.

Alguns países já estão na dianteira da Educação Internacionais: o Reino Unido tinha mais de 650.000 estudantes matriculados em cursos transnacionais oferecidos por suas universidades no ano de 2015-16; a Austrália atende a aproximadamente 111.000 estrangeiros.

Outros países estão implementando programas e estratégias para aumentar suas opções transnacionais, como é o caso da França. A TNE francesa tem, hoje, 62 franquias, 40 campi internacionais e 38 empreendimentos conjuntos. Um estudo recente no país comprovou que a criação de planos nacionais para a expansão destes programas pode ter um efeito positivo no comércio do país e nas relações diplomáticas francesas no exterior.

Quais as vantagens da Educação Transnacional para os estudantes?

As vantagens da Educação Transnacional são inúmeras, mas três delas merecem destaque: economia, flexibilidade e qualificação.

  1. Economia: por permitir que os estudantes conquistem uma qualificação internacional sem precisar deixar o país, seja com um curso online ou em um campus filial, a economia é enorme e, o melhor, o diploma é o mesmo. A TNE dá acesso a cursos e a instituições que seriam inatingíveis aos estudantes se a única opção fosse estudar no exterior.
  2. Flexibilidade: além de não precisar mudar de país, você também não precisa abandonar a sua rotina. Um curso de TNE, principalmente os online e à distância, permitem que você encaixe os estudos na sua vida, como for melhor para você, sem atrapalhar o seu trabalho, horários e compromissos.
  3. Qualificação: mesmo que você estude um curso online ou em um campus filial, com a conclusão bem-sucedida, a sua qualificação será a mesma que a concedida no exterior. Ou seja, você economiza, mantém a sua rotina e ainda pode acrescentar um diploma estrangeiro no seu currículo.

*Hotcourses Brasil é um portal com dicas para ajudar o estudante brasileiro a encontrar a instituição, escola, faculdade ou universidade internacional na qual ele deseja estudar.

mm

Equipe G.A.T.E. BR

O G.A.T.E. (Global Access Through Education) é uma plataforma de conteúdo com artigos sobre escolas e universidades no exterior, perspectivas profissionais e informações sobre desenvolvimento pessoal.

Deixe uma resposta