Viva La France

Vive la France!

Fazer um curso de graduação ou de pós na França pode ser uma daquelas experiências que muda totalmente a vida de uma pessoa. O país é cheio de nuances interessantes, que possibilitam o aprendizado dentro e fora das salas de aula. Cada vez mais essa possibilidade tem atraído brasileiros, que desde o ensino médio começam a sonhar em estudar no país.

Diferente de vários outros países europeus, tanto os estudantes franceses quanto os estrangeiros pagam as mesmas taxas nas universidades públicas de lá. Além disso, a ampla rede de apoio ao aluno (alojamentos, descontos nas atividades culturais e transporte), bem como o próprio custo anual da faculdade – baixo em relação a outros países – têm sido fatores decisivos na escolha. Quem deseja ingressar no ensino superior francês deve optar por um dos dois diplomas: a licencee omaster. Apesar de não haver equivalência automática entre os diplomas franceses e brasileiros, a licence (cerca de três anos de estudo) é uma graduação, já omaster(dois anos de duração) é como uma pós-graduação.

Mas é fácil para um brasileiro estudar na França? O que é preciso? Os requisitos básicos para ser aceito em uma escola francesa são nível de francês intermediário, ensino médio completo e um dossiê de candidatura com currículo, carta de apresentação, projetos de estudos e profissional. Esse processo de admissão é chamado de DAP (Demande d’Admission Préalable), que regula a entrada de estudantes estrangeiros para licence Aqui, quem faz o intermédio é a CampusFrance Brasil. Na hora de fazer a escolha da área e da universidade, o aluno deve observar as particularidades do curso, pois alguns não são oferecidos em universidades públicas, só em escolas especializadas (como Moda, Hotelaria e Gastronomia). Além disso, os cursos da área da saúde têm exigências específicas.

Outro ponto importante é onde e qual universidade escolher. A universidade número 1 da França, segundo os principais rankings educacionais, é a Paris 1 Pantheón-Sorbonne, que se destaca por seus cursos de História, Filosofia, Geografia, Finanças, Economia e Direito. Já a Université Pierre et Marie Curie, é conhecida por seus cursos de Biologia, Medicina e Ciências Ambientais.

École Polytechnique e a INP Grenoble em Engenharia, Matemática e Química. Porém, há outras escolas de altíssima qualidade em toda a França, basta pesquisar e escolher. É possível estudar Engenharia em Toulouse, Administração em Bordeaux ou Comércio em Montpellier… As opções são muitas e os destinos, incríveis!

mm

Equipe G.A.T.E. BR

O G.A.T.E. (Global Access Through Education) é uma plataforma de conteúdo com artigos sobre escolas e universidades no exterior, perspectivas profissionais e informações sobre desenvolvimento pessoal.

Deixe uma resposta