Jovens estudam inovação

Aprender para empreender

Desenvolver um novo formato de negócio que seja inovador em um mercado cada vez mais competitivo é o sonho de muitos jovens profissionais. Mais do que apenas ter vontade, é preciso estar atento à evolução do mundo dos negócios para se destacar no universo competitivo que vivemos. No Brasil, apenas uma pequena parcela das pequenas empresas resistem aos dois primeiros anos de vida, e grande parte deste resultado se deve à falta de preparo e de conhecimento de seus donos. Por isso, uma formação adequada será decisiva no estabelecimento e vida do seu futuro negócio.

E o que estudar? Na verdade, várias áreas do conhecimento complementam esse espírito ousado que os interessados em empreender devem ter. Noções de administração, economia, gestão de negócios e de pessoas são essenciais. O primeiro passo é encontrar uma formação de excelência na área, seja no exterior ou aqui mesmo no Brasil.

Quem planeja estudar nos Estados Unidos vai encontrar opções interessantes e com foco na formação prática. A Universidade de Stanford oferece cursos online, como Technology Entrepreneurship e Engineering Startups, e também cursos presenciais (em seu campus na Califórnia) de formação executiva, como The Corporate Entrepreneur: Driving Inovation and New Ventures. Já a Universidade de  Michigan – que tem campi em Detroit e Ann Harbour – tem uma especialização  com duração de cerca de um ano. Esses são apenas alguns exemplos. Centenas de instituições de ensino em todo o mundo estão prontas a receber alunos com foco em desenvolvimento de novos negócios.

Em São Paulo, a Fundação Getúlio Vargas conta com um centro de Empreendedorismo e Novos Negócios, que oferece um curso de especialização na área – aberto a profissionais de diversas formações – e promove eventos, cursos e pesquisas. Outra instituição respeitada em todo o país, a Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP (FEA/USP) também resolveu investir no setor e criou um Mestrado Profissional em Empreendedorismo.

Importante: independente da educação e de onde ela acontecerá, é fundamental que o futuro empreendedor busque se informar e conhecer em profundidade o segmento em que deseja entrar. Leituras, conversas com gente que já trabalha na área, consultas a professores e a outros especialistas no assunto são alguns steps muito importantes. Conhecimento é a palavra de ordem, sempre.

mm

Equipe G.A.T.E. BR

O G.A.T.E. (Global Access Through Education) é uma plataforma de conteúdo com artigos sobre escolas e universidades no exterior, perspectivas profissionais e informações sobre desenvolvimento pessoal.

Deixe uma resposta